Manda quem pode

Não bastasse a sacola de gols imposta pela minúscula Portuguesa de Desportos em pleno pantanal matogrossense, tivemos que testemunhar a patética fuga do treinador, que não quis dar entrevista após a horrorosa partida.

De lamentável atitude, tiramos algumas constatações:

1. Falou quem, de fato, manda. Alessandro e o beijoqueiro Sheik. Não há dúvidas, Tite está nas mãos dos jogadores – principalmente os veteranos. Gratidão? Talvez. Mas o fato é que essa gratidão pode custar caro ao Corinthians;

2. O estoque de desculpas do outrora sortudo treinador, esgotou-se. O time é um bando em campo, não há padrão de jogo, as peças parecem não se entender;

3. Alexandre Pato, notório pela falta de garra, parece boicotado pelos líderes do grupo. Chegou depois, ganhando mais que todos e prestigiado pela Diretoria e pelo Marketing. Por incrível que pareça, é sua imagem insossa que usam para “promover” o Clube. Não vai decolar com a camisa alvinegra enquanto Tite continuar no comando técnico.

Há quem diga que Tite, com a cabeça inchada após a derrota, tenha pedido o boné nos vestiários de Campo Grande. Os jogadores teriam pedido para que pensasse mais, esfriasse a cabeça. É compreensível. Imaginem a situação com a chegada de um novo treinador, cheio de gás, querendo mostrar serviço e sem nenhum compromisso, sem “dívida de gratidão” com o atual elenco. Treino duplo diário, medalhão no banco, isso eles não querem.

Enquanto isso, a Diretoria banca festa pra inimigo em Itaquera. Algumas fotos postadas nas redes sociais causaram constrangimento a este blogueiro. José Maria Marin estava lá, como que conferindo se a tentativa do ex-presidente corinthiano Andrés Sanchez teria êxito em arrebanhar dirigentes de federações, numa tentativa de cacifar prestígio em sua tentativa de tomar a CBF para si. Nós pagamos isso, corinthiano.

Pagamos também a batucada da Gaviões da Fiel, bando de torcedores profissionais que perderam a representatividade faz tempo. De seu quadro de associados partiu a garrafa d´água que atingiu o bandeirinha no jogo contra a Lusa, para piorar ainda mais a situação.

Quarta-feira pegamos o Bahia em Mogi Mirim. Mais um jogo que mandamos distante de São Paulo por conta de imbecilidade das arquibancadas. Isso é um prato cheio para o anticorinthianismo e coloca o Clube, mais uma vez, como grande prejudicado. Somado a isso, os problemas de elenco e treinador, sem um pio do presidente gago, que vê tudo às mil maravilhas.

Vamos ver até aonde vai isso. Que não seja na 2ª Divisão…

Anúncios

1 comentário

Arquivado em circunstanciALL

Uma resposta para “Manda quem pode

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s