As melhores de todos os tempos. Ou não

Pete Doherty, bad boy de butique.

Pete Doherty, bad boy de butique.

A revista britânica New Musical Express, através de seu site (NME), pioneira no Reino Unido em escalonar singles numa parada – e famosa por “dar uma forcinha” pra bandinhas como Strokes e Libertines a alcançar sucesso no mundo todo, com trabalho digno de uma boa assessoria de imprensa – veio com mais uma dessas bobagens que costuma lançar de época em época, do tipo “melhores de todos os tempos”.

Listas anteriores já concederam, por exemplo, o título de maior single da história à insossa Wonderwall do OASIS (ex melhor banda do Universo). Coisa de dar calafrios.

Desta vez – e até que lancem uma nova bobagem – fizeram uma lista com os 100 melhores videoclipes da história da música. Sobre este assunto, briga com a MTV pra ver quem comete mais heresias.

O vencedor, segundo a NME, foi o finado vida-loka-tô-nem-aí do folk rock Johnny Cash. Mister Cash nunca mostrou arrependimento sobre seus excessos – e o cara era loucão mesmo, hein? Pete Doherty é escoteiro perto do vovozão.

O engraçado dessa histório é que Cash foi eleito com o clipe de uma cover do Nine Inch Nails chamada “Hurt“, com cenas de sua carreira desde a fase do topetão dos anos 1950/60, mesclando imagens atuais, com sua voz cansada e melancólica, cheias de referências do tipo “eu poderia/deveria ter feito diferente”. Se a ideia era fazer uma justa homenagem a tão emblemática figura da música do século XX, escolheram a maneira errada. O clipe é chato, arrastado. Sinceramente, Johnny é maior do que isso, com minhas desculpas pelo clichê.

Neste link, a página com as 100 melhores, segundo o NME. Clica aí, veja e diga o que achou. Sinceramente, fiquei decepcionado por Tonight Tonight dos Smashing Pumpkins, com referências a George Méliès e aos irmãos Lumière, não constar nem entre as 20 do rankink. Em compensação, Everlong do Foo Fighters “representa”, num honroso 6º lugar.

Esperemos a próxima lista, com os novos “melhores de todos os tempos”. A Bilboard não vai deixar isso barato…

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em circunstanciALL

2 Respostas para “As melhores de todos os tempos. Ou não

  1. Texto violento. E bom.

    Só ouvi falar dos Lumieres, posto que sou um jornalista desavisado. Nem a revista eu conheço, complicado…

    • Alan Davis

      Georges Méliès foi, talvez, o inventor dos efeitos especiais no Cinema. Assisti a um video sobre ele, talvez, da professora Nan. O cara era um bruxo!
      Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s