Rio de Janeiro olímpico

efinitivamente, sou um péssimo adivinhador. Das cidades que chegaram ao final da disputa para sediar as Olimpíadas de 2016, eu apostava alto em Chicago. Mas, veja, eu acompanhei com certa distância esta disputa que, li em algum grande jornal, havia ganho ares de “braço-de-ferro político, principalmente entre os comitês de Chicago e Rio de Janeiro. Tóquio era a sede com maior dificuldade entre as competidoras, principalmente por conta de seu fuso horário, bastante desfavorável para o mercado europeu, mas principalmente para o norte-americano. Essa é a lógica pregada pelos veículos de comunicação – a problemática das transmissões dos Jogos.

Sobravam Rio, Chicago e Madri. Para quem acreditava que a figura do presidente americano Barack Obama pudesse fortalecer a candidatura de Chicago – que sofria resistência de muitos cidadãos da cidade – teve uma grande decepção. Obama chegou em cima da hora para discursar a favor da candidatura americana e deixou Copenhague logo após seu discurso, mostrando pouco comprometimento com a candidatura.

Já os latinos, mostraram muito maior entusiasmo e vontade de emplacar suas sedes para receberem os Jogos. O rei Juan Carlos da Espanha e o presidente brasileiro Luiz Inacio Lula da Silva estiveram sempre mais presentes e atuantes por suas respectivas candidaturas. O jornal inglês The Times, em seu site, comparou os discursos de Obama e Lula, dando ao brasileiro a vantagem pelo discurso mais emocional e cativante, colocando o ineditismo de uma Olimpíada no continente sulamericano como fator de extrema importância para a região, enquanto que Obama preferiu focar a questão dos EUA serem um país multiétnico e oferecerem segurança e garantias financeiras. Não foi suficiente para convencer os delegados do Comitê Olímpico Internacional. Chicago e Tóquio cairam foram da disputa, restando Rio e Madri.
Madri que era, ao lado de Tóquio, a que apresentava estrutura mais moderna e preparada para receber os Jogos. Também sucumbiu.

Ouvindo meu rádio na linha 3-Vermelha do Metrô, estação Belém, fui testemunha da escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016, superando todas as expectativas e tendo, em sua terceira tentativa, a oportunidade de dizer: “Sim, nós podemos!”.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em circunstanciALL

4 Respostas para “Rio de Janeiro olímpico

  1. Iae kra blz??

    Sou amigo do Rafael…

    Parabéns pelo blog e pela esculachada no kra lah no forum..!!

    kkkk

    nd a v akeli kra..!

    também tenho um blog ..soh q mais modesto..

    futebolltda.esporteblog.com.br

    flww abraços!!

    Comentário: Obrigado, Fábio! Estamos em constante aprendizado, há bastante coisa pra melhorar ainda.
    Vou dar uma olhada no teu blog.
    Abraço

  2. Pat

    Pra aspirante de jornalista vc tá me saindo profissa!!! Parabéns. Gosto de ler seus textos, eles projetam a realidade! Continue, não deixe morrer.
    Quanto ao post de hj, torci muito tbém, foi lindo! O Brasil é bagunçado, mas estamos dando passos históricos. Ver o Pelé chorando foi emocionante. Estava ligada na tv qdo saiu o resultado! Gritei que nem uma louca em casa sozinha!
    É isso aí!
    Força na peruca Brasil!!!!

    Comentário: Obrigado, Pat! Você sabe que, aqui, você manda prender e manda soltar! Vamos torcer para que a festa não vire farra com nosso dinheiro.
    Beijão

  3. Eu achei o fim do mundo o “povo brasileiro”, representado pelos cariocas na praia de Copacabana, comemorando essa “vitória”. 1 bilhão de dólares para o Comitê Olímpico Brasileiro começar alguma coisinha…
    E eu me pergunto: esse povo que sai da praia e volta para a favela, tem exatamente o que para comemorar?
    Acho um absurdo tanta comemoração por isso. Eu preferia que o Governo tirasse esse 1 bilhão de reias da cartola, nesse momento, para investir na saúde pública, na educação pública.
    Como disse uma amiga minha, os ladrões terão pouco mais de 6 anos para primorarem suas técnicas de assalto à turistas.

    Comentário: O interessante disso tudo é que, muito provavelmente, este grupo não estará aí para gerir essa bolada toda…

  4. Regina Rodrigues

    Também acreditei como você que iria ser em Chicago, o Brasil venceu …muito bem vamos q vamos . Como disse no blog do Sakamoto gostaria de ver muito mais nosso presidente lutando e pulando pelas causas sociais aqui no Brasil. Espero que não saia tão caro já paguei imposto por demais.
    Abraços,

    Comentário: A tônica é essa, Regina querida: Olhos de lince na turma que vai gerir essa bolada toda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s